Alergia

Tipos de Alergias

  • Alergia Respiratória

Alergia1.pngAs alergias respiratórias são reações de hipersensibilidade do sistema imune a substâncias que entram em contato com o organismo, como pêlo de animais, pó ou pólen por exemplo, podendo provocar doenças como asma, rinite ou sinusite e levando à ocorrência de tosse seca e irritativa, olhos vermelhos e muitos espirros seguidos, o que pode ser bastante desconfortável e debilitante.

A ocorrência desse tipo de alergia pode ser devido à presença dos ácaros que se acumulam na poeira, cobertores, tapetes e cortinas, além de também poder ser desencadeada pelo pólen das árvores e plantas, poluição, fumaça e pêlos de animais domésticos, por exemplo.

Além disso, algumas situações podem aumentar o risco de desenvolver alergia respiratória, como por exemplo ter histórico familiar de alergias, trabalhar num local com muita poeira ou muito exposto a mofo ou viver em uma casa com muita umidade ou com pouca ventilação.

 

  • Alergia Cutânea (de pele)

Alergia2.pngA alergia na pele pode ser causada por infecções, alimentos, estresse, medicamentos, contato com produtos de limpeza, bijuterias, cosméticos ou outros materiais ou substâncias irritantes.

A urticária, a dermatite de contato e a dermatite atópica são os tipos mais comuns de alergia na pele.

A urticária caracteriza-se pela erupção de lesões vermelhas salientes na pele que causam coceira intensa.

A dermatite ou eczema de contato manifesta-se por erupções que coçam, deixam a pele vermelha e causam bolhas, inchaço, descamação e sensação de queimação.

A dermatite atópica faz parte de uma condição mais ampla chamada ATOPIA e frequentemente vem acompanhada de outras formas de alergia como asma, rinite e conjutivite alérgica.

Nos casos mais graves e menos comuns, a alergia na pele pode também levar ao aparecimento de sintomas graves como dificuldade para respirar e desconforto na garganta, sendo nestes casos muito importante ir rapidamente ao pronto socorro ou chamar o SAMU.

 

  • Alergia Ocular

Alergia%20Ocular.jpgOs olhos são um alvo fácil para as alergias, isto ocorre porque quando os abrimos, a conjuntiva, membrana fina que recobre a superfície do olho, fica diretamente exposta ao ambiente. Essa membrana em contato com certas substâncias pode desencadear algumas reações alérgicas.

A alergia ocular atinge grande parte da população mundial, afetando as pálpebras e a córnea e tendo sua maior incidência em pessoas que já sofrem com algum outro tipo de alergia, como asma, rinite e sinusite.

Os sintomas de alergia ocular são similares aos dos vários tipos de conjuntivite: vermelhidão, coceira, irritação, lacrimejamento, inchaço, desconforto ocular e maior sensibilidade à luz (fotofobia). Além da causa, o que difere um do outro é o tempo de duração dos sintomas, que em casos de conjuntivite infecciosa duram de uma a duas semanas, e na forma alérgica, com administração do anti-histamínico, já no segundo dia os sintomas tendem a diminuir.